Cristo, o Bom Pastor ( Cf. Jo 10,11-18)

Disse-lhes Jesus: Eu sou o Bom Pastor.

O Bom Pastor dá a vida pelas ovelhas.

O mercenário, porém,  não lhes tem amor,

porque elas não vivem  debaixo de suas telhas.

.

Ele, ao ver o lobo…o invade o terror,

foge, deixando as ovelhas em ansiedade,

sem o cuidado e a guarda do seu pastor,

enquanto o lobo se  satisfaz  à vontade.

.

Eu conheço a ovelha que do redil não sai,

porque ela  Me reconhece igualmente,

assim como me conhece  também o Pai,

tal como Eu O conheço  verdadeiramente.

.

Por minhas ovelhas Eu dou a minha vida,

tenho, porém, outras fora deste redil,

que preciso de trazer e lhes dar guarida,

para que elas a minha voz  possam ouvir.

.

Então, a minha voz elas irão ouvir,

e será  um rebanho e um  Pastor somente.

Eu dou minha vida sem ninguém me pedir,

porque serei  Eu que a dou espontaneamente.

.

Se o Pai me favorece com o Seu Amor,

é porque Eu dou a vida para a retomar;

Eu tenho o poder de dela sempre dispor

e também recuperá-la depois de a dar.

.

Ezequiel Miguel

 

Enigmas bíblicos VIII – Ai de vós, doutores da Lei e fariseus hipócritas!

(Confira: Mt 23, 1-36)

TemploAlgumas palavras de Cristo revelam atitudes aparentemente impensáveis e aparentemente em contraste com a Sua extrema bondade, compaixão, equilíbrio, misericórdia, acolhimento, tolerância, etc. A passagem evangélica (Mt 23, 1-36) que segue é uma das mais violentas, ou talvez a mais violenta, juntamente com o episódio dos vendilhões do Templo, que Cristo desferiu contra os saduceus, os fariseus, os escribas, os doutores da Lei. A expressão repetida “Ai de vós…” equivale a uma maldição, a uma condenação presente, mas também futura, se não houver arrependimento e conversão.

Do Evangelho:

“ Então, Jesus falou assim à multidão e aos seus discípulos: ”Os doutores da Lei e os fariseus instalaram-se na cátedra de Moisés. Fazei, pois, e observai tudo o que eles disserem, mas não imiteis as suas obras, pois eles dizem e não fazem.

. Atam fardos pesados e insuportáveis e colocam-nos aos ombros dos outros, mas eles não põem nem um dedo para os deslocar.

. Tudo quanto fazem é com o fim de se tornarem notados pelos homens. Por isso, alargam as filactérias (=Tiras de pergaminho, com frase/s da Lei, usada/s nos braços e na testa) e alongam as orlas dos seus mantos.

. Gostam de ocupar o primeiro lugar nos banquetes e os primeiros assentos nas sinagogas.

. Gostam das saudações nas praças públicas e de serem chamados “Mestres” pelos homens.

. Ai de vós, doutores da Lei e fariseus hipócritas, porque

. Fechais aos homens o Reino do Céu! Não entrais vós nem deixais entrar aqueles que o querem fazer!

….devorais as casas das viúvas, com o pretexto de prolongadas orações! Por isso, sereis julgados mais rigorosamente!

…percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito e, depois de o terdes seguro, fazeis dele um filho do inferno, duas vezes pior que vós!

. …guias cegos, que dizeis: “Se alguém jura pelo santuário, isso não tem importância! Mas, se jura pelo ouro do santuário, fica sujeito ao juramento”. Insensatos e cegos! O que é que vale mais? O ouro ou o santuário, que tornou o ouro sagrado? Qual é o que vale mais? A oferta ou o altar, que torna sagrada a oferta? Portanto, jurar pelo altar é o mesmo que jurar por ele e por tudo o que está sobre ele…

….Pagais o dízimo da hortelã, do funcho e do cominho e desprezais o mais importante da Lei: a justiça, a misericórdia e a fidelidade! Devíeis praticar estas coisas sem deixar aquelas! Guias cegos, que filtrais um mosquito e engolis um camelo!

…limpais o exterior do copo e do prato, quando por dentro estão cheios de rapina e de iniquidade! Fariseu cego, limpa antes o interior do copo, para que o exterior também fique limpo!

…sois semelhantes a sepulcros caiados: formosos por fora, mas, por dentro, cheios de ossos de mortos e de toda a espécie de imundície! Assim também vós: por fora pareceis justos aos olhos dos outros, mas por dentro estais cheios de hipocrisia e de iniquidade!

…edificais sepulcros aos profetas e adornais os túmulos dos justos, dizendo: “Se tivéssemos vivido no tempo dos nossos pais, não teríamos sido seus cúmplices no sangue dos profetas!” Deste modo, confessais que sois filhos dos que assassinaram os profetas. Acabai então de encher a medida dos vossos pais! Serpentes! Raça de víboras! Como podereis fugir à condenação da Geena ( =Inferno)?

. Por causa disto, envio-vos profetas, sábios e doutores da Lei. Matareis e crucificareis alguns deles, açoitareis outros nas vossas sinagogas e haveis de persegui-los de cidade em cidade. Assim cairá sobre vós todo o sangue inocente que tem sido derramado sobre a terra, desde o sangue do justo Abel até ao sangue de Zacarias, filho de Baraquias, que matastes entre o santuário e o altar. Em verdade vos digo: Tudo isto cairá sobre esta geração!” (Mt 23, 1-36)

Questão: Será que nós poderemos aplicar, impunemente, a alguém a adjectivação usada por Cristo, em relação aos fariseus e doutores da Lei ou faltaremos à caridade para com o Próximo, se o fizermos, mesmo tendo provas de que alguém tem vida dupla e aparenta uma vida de santidade, de bom cidadão, de bom político, de bom cristão, de bom marido, de boa esposa, de bom Sacerdote ou Religioso…?

.

  Ezequiel Miguel

.

Artigos relacionados:

. Enigmas bíblicos I – Nascimento de João Baptista

. Resposta a “Enigmas bíblicos I” – Nascimento de João Baptista

. Enigmas bíblicos II – Perda e encontro de Jesus no Templo

. Resposta a “Enigmas bíblicos II “– Perda e encontro de Jesus no Templo

. Enigmas bíblicos III-Moisés e a água do rochedo

. Resposta a “Enigmas bíblicos III”-Moisés e a água do rochedo

. Enigmas bíblicos IV – As virgens loucas

. Resposta a “Enigmas bíblicos IV” – As virgens loucas

. Enigmas bíblicos V – Um anjo dizima 185.000 soldados assírios

. Resposta a Enigmas bíblicos V – Um anjo dizima 185.000 soldados assírios

. Enigmas bíblicos VI – Anúncio de herdeiro a Abraão

. Resposta a Enigmas bíblicos VI – A núncio de herdeiro a Abraão

. Enigmas bíblicos VII – A figueira amaldiçoada

. Resposta a Enigmas bíblicos VII

A mulher virtuosa

(Confira: Ben-Sirá 26, 1-27)

.

virtuosaFeliz o homem cuja  mulher é virtuosa,

porque o número dos seus anos é dobrado!

A mulher forte lhe dá vida saborosa

e paz nos anos da sua vida de casado.

.

Uma mulher virtuosa é sorte excelente,

é o prémio daqueles que temem o Senhor.

Rico ou pobre, o seu coração anda contente

e o seu rosto brilhará com saudável cor.

.

A graça de uma mulher deleita o marido,

o seu bom proceder o tornará  saudável.

É um  dom  a mulher de silêncio retido,

à mulher virtuosa nada é comparável.

.

A mulher honesta é  graça de alto valor,

a beleza da mulher casta é gloriosa,

como é o sol lá  nas alturas do Senhor,

assim é na sua casa  a mulher virtuosa.

.

Lâmpada a brilhar em candelabro sagrado,

assim  é um rosto em um corpo bem feito,

colunas de ouro sobre alicerce prateado,

assim pernas formosas  em pés sem defeito.

.

A mulher legítima é  como um castelo,

a mulher piedosa é um dom do Senhor,

e tal é a mulher de porte modesto e belo

a exalar em seu lar um santo e suave  odor.

.

A mulher que respeita e honra o seu esposo

é, aos olhos de todos,  por sábia olhada,

o seu marido sentir-se-á dela orgulhoso

e a sua sorte nunca será lamentada.

.

Ezequiel Miguel

A mulher e a casa

tarefasO que segue é um pequeno extracto das revelações da Virgem Maria a Mamma Carmela (1910-1978), mística italiana, sobre a família.

“…O primeiro ambiente em que porém deveis desenrolar a vossa acção é a família. Esta magnífica instituição divina e humana tem necessidade de ser recuperada ou saneada. Ela é como uma delicada criatura em que se vão formando chagas cada vez mais profundas, que parecem quase incuráveis.

Como fareis então vós para desempenhar a vossa missão, que exige tanta delicadeza e tanta fé, tanta humildade e prudência? Acima de tudo, deveis ter ideias bem claras a respeito da família. Querida por Deus, para o bem individual e social, a família deve ver Nele o Supremo Senhor e Ordenador; deve, pois, respeitá-Lo e observar ou cumprir as Suas Leis. E isto mesmo deverá constituir essa ordem espiritual que deve ser posta em primeiro lugar.

Tendes constatado muitas vezes a necessidade da dor, como meio de purificação e de santificação; e sabeis também vós a função social de redenção que tem o sofrimento, unido ao de Jesus. Mas quem não crê, ou aceita a dor estoicamente, ou se revolta, vê apenas nela um castigo injusto.

A própria morte, que os santos chamam, com todo o carinho, “irmã”, e em que os cristãos desejam, com alegria, chamar ao seu encontro com Deus, torna-se, para quem não tem fé, motivo de triste desespero; e, deste modo, vós próprios vedes, bem muitas vezes, gente inconsolável que se recusa a acreditar na vida eterna, enquanto, simultaneamente, cai no desespero, pela perda de pessoas que lhe eram muito queridas. Ora, Deus deve ser o Guarda das famílias e dever-se-ia justamente dizer que em vão se formam estas células da sociedade, se não se coloca Deus como sua guarda ou protecção.

A família deve estar ligada por um afecto profundo e duradouro, que nem sequer será interrompido na morte. Mas o amor humano é demasiado débil para que possa resistir às muitas dificuldades e ao despojamento de tudo quanto formava ou constituía o objecto deste amor. É então necessário que o Amor de Deus compenetre todos os membros da família, os anime e os torne constantes ou fiéis para sempre. A Lei de Deus é a Lei do Amor. Só obedecendo a esta Lei é possível salvar a santidade da família e torná-la merecedora de protecção e de providência.

Por todos estes motivos se deverá, por vosso lado, procurar restabelecer ou restaurar esta ordem espiritual. A cada um competem os seus próprios deveres e os seus próprios direitos; mas os primeiros deveres a respeitar são os deveres para com o Criador e Senhor do mundo, que tem direito a reinar na família.

Mas prossigamos, queridos filhos, na nossa obra de restauração da família. Há deveres morais, há uma ordem moral a respeitar, que é independente do grau de cultura e da posição que os membros têm na sociedade. Há uma autoridade na família que deve ser respeitada. Na Família de Nazaré obedeceu-se e havia a mais perfeita ordem. José era considerado o Chefe da Família. A Ele obedeceu, nos Seus trinta anos de vida privada, o Meu Jesus; e também Eu lhe obedeci com muito amor, a ele, que representava, na Terra, o Eterno Pai, de Quem tinha recebido a autoridade.

É verdade que muitas esposas choram pelos seus próprios maridos incrédulos e, deste modo, pouco adequados a ordenar ou mandar. Mas não vos parece que será então um motivo a mais para ajudar com grande caridade e amor essas criaturas que, talvez crescidas ou criadas em famílias pouco educadas e em ambientes malsãos, não tivessem tido esses ensinamentos que os poderiam ter feito verdadeiros cavalheiros ou homens de bem?

Ninguém deverá ter demasiada presunção de si mesmo; mas quando uma verdadeira mulher quer empenhar-se particularmente em obter transformações ou conversões, fique certa de que poderá consegui-lo com a graça de Deus e com essa constante bondade que a torna superior, em virtudes, aos olhos do próprio marido.

O respeito do marido, por parte da mulher, cria essa atmosfera de respeito, mesmo por parte dos filhos, respeito que aliás é indispensável para poder educá-los bem. A humildade é então a virtude base, na perfeição cristã. Mas como poderão os Meus filhos estar ou viver em harmonia entre si, se todos desejam mandar? Eu abençoo essas famílias em que se respeita a autoridade do pai, e ajudo, muito particularmente, os membros, especialmente as mulheres obedientes, que se santificam pela obediência, mesmo que o chefe de família seja defeituoso.

Salva a ordem espiritual e moral, mada mais resta do que olhar para a material e física. Muita paz necessita de muita ordem. Quanta pobreza havia na Nossa casa, tanto em Belém como em Nazaré e no Egipto! Mas quanta ordem! Um lugar para cada uma das coisas e todas as coisas no seu lugar. Eis uma regra que pode e deve ser seguida, particularmente pela mulher. Depois, ordem na pessoa, que não é luxo, mas limpeza. O agradável cheiro a limpeza é um convite feito a todos, para amar a casa e as pessoas que compõem a famílias. A limpeza, porém, não deve levar a ser-se escravos da casa.

Há pessoas exageradas, que faltariam à oração, à Missa e a deveres religiosos, para tornarem limpas e transparentes as suas próprias casas, de forma a levar a cair sobre os outros esta espécie de mania. Não, filhos, a casa está ao vosso serviço e não vós ao serviço da casa: e é cansaço perdido, se nada é feito por amor de Deus, mas apenas para conseguir a aprovação dos homens. E, por outro lado, há também aqueles que, esbanjando um tempo tão precioso, não sabem cumprir ou pôr em ordem esses deveres tão necessários que se relacionam com a ordem e a limpeza. A virtude está no meio, filhos! Amai o serdes, também nisto, equilibrados e sabei orientar as novas famílias, as novas gerações, segundo estes princípios. Filhos, abençoo-vos a todos. Adeus, e que haja muito amor nos vossos corações, agora e sempre!”

FONTE: Revista “Anunciai a Boa Nova”, Nº 342, Setembro de 2014

edicoesboanova@gmail.com // www.edicoesboanova.com

Artigos relacionados:

. A mulher virtuosa

. Virão umas modas

. Testemunho de Gloria Polo – I

. Testemunho de Gloria Polo – XIII

A sexualidade pecaminosa

(Confira: Ben-Sirá (Eclesiástico) 23, 16-28)

Tópicos:

. Paixões/ luxúria / infidelidade conjugal

. adultério / falsa segurança / os Mandamentos

.

Dois tipos de pessoas multiplicam pecados

e um terceiro a cólera sobre si atrai

na paixão que arde como fogos atiçados

por carvão que neles continuamente cai.

.

Paixão ardente não se deixa controlar,

não se acalma até que se tenha consumado,

assim o homem que do seu corpo abusar,

que apenas irá sossegar quando queimado.

.

Para o impudico nenhum pão sabe mal,

por isso, não se acalmará até morrer;

o homem que desonra o seu leito conjugal

diz para si mesmo: “Quem poderá me ver?

.

Trevas e muros me cercam, quem me verá?

Se ninguém me vê, a quem irei eu temer?

De meus pecados o Altíssimo se lembrará?

Assim, só os olhos dos homens evitarei.”

.

Não saberá ele que os olhos do Senhor

são, muitíssimo mais do que o sol, luminosos,

que vêem os caminhos por onde o homem for,

que penetram nos lugares mais tenebrosos?

.

Porque, assim como o Senhor tudo conhece,

todas as coisas, mesmo antes de as ter criado,

assim agora as vê todas e as reconhece,

pois nada existe dos seus olhos afastado.

.

Este homem será em público castigado

e apanhado onde menos era de esperar,

assim como também não será perdoado

à mulher que um filho de outro homem gerar.

.

Primeiramente, ela infringiu a lei do Altíssimo,

em segundo lugar, pecou contra o marido,

finalmente, cometeu pecado gravíssimo

de adultério, com filhos de homem atrevido.

.

Essa mulher será ao povo apresentada,

sobre os seus filhos será feita inquirição,

nenhuma raiz deles irá ser poupada

e frutos os seus ramos não produzirão.

.

Dela ficará uma memória de maldição,

a sua enorme infâmia não se apagará

e todos esses que sobreviver lhe vão

verão que o Temor de Deus é o melhor que há.

.

Nada é mais doce que Seus preceitos cumprir,

facto que eles um dia irão reconhecer;

é uma glória imensa o nosso Deus seguir

e vida longa para ti se Ele te acolher.

.

Ezequiel Miguel

.

Artigos relacionados:

. Salmo 138 (139)

Testemunho de Gloria Polo – XIII

O 6º Mandamento e as infidelidades conjugais

Tópicos: Modas escandalosas/ adultério / sensibilidade masculina ao nudismo feminino/ maus conselhos/ gravidade dos pecados da carne (sexo)/pecados do pensamento, do desejo e da acção/ maus exemplos dados aos filhos/risco de condenação ou de longo tempo no Purgatório.

Glória Polo conta:

“Aqui, eu, ainda cheia de soberba, sobre este Mandamento pensava: “Aqui não me vão apanhar, porque eu nunca tive nenhum amante! Sempre fui fiel!”

Depois de casar, nem sequer dei um beijo a outro! Só ao meu marido! Mas quando o Senhor me mostrou que cada vez que eu andava com os seios descobertos, com as minhas calças coladas ao corpo,… com as roupas que usava eu mostrava demasiado o meu corpo. Eu, que pensava que aqueles homens me olhavam simplesmente e me admiravam! Mas o Senhor mostrou-me como eles pecavam comigo, porque eu não era um objecto de admiração, como eu pensava, mas antes uma provocação, e eles pecavam por minha culpa. Eu tinha entrado no adultério por exibir o meu corpo, porque eu não entendia a sensibilidade masculina. Eu julgava que eles pensavam como eu, que olhavam para mim e diziam: “Que lindo corpo!” Mas eles pecavam por culpa minha!

Eu nunca fui infiel por me deitar com outro homem, mas era como se fosse uma prostituta na minha espiritualidade. Além disso, eu pensava em vingar-me do meu marido, se ele me fosse infiel, e aconselhava outras mulheres a fazê-lo! Quando descobria que algum marido tinha sido infiel, eu aconselhava – as mal: “Não sejas burra! Vinga-te, não perdoes! Faz-te valer! Por isso é que nós, mulheres, estamos tão submetidas, pisadas pelos homens!”

Sabem? Eu e as minhas amigas, com estes conselhos, conseguimos que uma amiga nossa se separasse. Ela surpreendeu o marido no escritório, quando este beijava a secretária. Nós, com os nossos conselhos, não a deixámos reconciliar-se com o marido, apesar de ele lhe pedir perdão, verdadeiramente arrependido. Ela até queria perdoar, porque o amava, mas nós não a deixámos. Terminaram divorciados e, dois anos depois, ela casou só no civil com um argentino. Imaginem o que nós fizemos! Quando eu aconselhava desta forma, eu estava dentro do adultério. Eu vi!…Jesus mostrou-me como os pecados da carne são espantosos, porque a pessoa condena-se, mesmo que o mundo diga que está bem.

Depois de me casar, só tive um homem na minha vida, o meu marido! Mas, mesmo assim, os pecados também estão no pensamento, no desejo, no falar e na acção. Foi muito doloroso ver, e com que tristeza, como o pecado do adultério do meu pai nos fez tanto mal: a mim, transformou-me numa ressentida ! Afundei-me no ressentimento contra os homens e os meus irmãos transformaram-se em três cópias fiéis do meu pai. Pensam que são felizes por se acharem muito machos? São mulherengos, bebem e não percebem o mal que fazem aos filhos, por isso, o meu papá chorava com muito sofrimento no Purgatório, quando via o resultado do seu pecado e do exemplo que deu.

Condenamo-nos com a promiscuidade; é viver como se fôssemos animais, ratos, cães, etc., aqui e acolá.”

FONTE: Gloria Polo, Estuvo en las puertas del cielo y del infierno (Da ilusão à verdade), tradução de Maria José Moniz e Padre Macedo SCJ, Edição da Cidade do Imaculado Coração de Maria, Fátima, Apartado 86-2496-908 Fátima

Comentários por: Ezequiel Miguel

  1. Exibição do corpo feminino

Não é um assunto fácil de tratar e, como não é fácil, …passa-se por cima, como se o assunto fosse apenas pessoal e do foro íntimo e mais ninguém tivesse nada a ver com isso. Talvez essa seja a posição de quem recusa catequizar, de quem não tem fé, não é membro da Igreja Católica ou… Até mesmo quando o Evangelho refere os pecados da sexualidade! Todos têm medo de ir ao fundo do abismo que é este 6º Mandamento, intimamente ligado ao 9º , e que no conjunto dá: “guardar castidade nos pensamentos, nas palavras, nas obras e nos desejos”. Nem mais! Viver e morrer em castidade, pureza de coração, tal como se os homens e as mulheres fossem anjos ou vivessem como Adão e Eva antes de pecarem. Se para todos isso é uma exigência, para os Sacerdotes e Religiosos, que a tal se comprometeram por voto público, é ainda exigência e obrigação maior, não se admitindo neles a mínima beliscadura na castidade. Será isso impossível? É claro que não é!

Mas também é um facto: quem (pais, sacerdotes, catequistas,…) apresentar mangas apertadas neste mandamento, logo é apelidado de bota de elástico, fundamentalista, antiquado, e tudo o mais relacionado com esta realidade. A reacção será semelhante àquela que tiveram os Judeus que ouviam Jesus dizer (Jo 6):” Eu sou o Pão do Céu…”. Diziam os Judeus:” Quem pode ouvir esta linguagem”? Mas a verdade é que são Mandamentos difíceis, por vários motivos: uns são intrínsecos à própria natureza humana decaída; outros vêm de fora, daqueles que tudo fazem para os tornarem ainda mais difíceis.

  1. O que é bom /bonito é para se ver?

À semelhança de Gloria Polo, antes do que lhe aconteceu, é natural que a mulher não tenha a noção exacta do mal que provoca nos homens a exibição do corpo feminino e dos seus atributos, uma vez que, segundo se ouve e se lê, “ o que é bom e/ou bonito é para se ver”, expressão com que muitos e muitas explicam e justificam o nudismo ou semi-nudismo femininos, já a partir até da infância. Mas o corpo feminino destapado ou mal tapado provoca imensos danos na sensibilidade masculina, que, num instante, é guiada para onde não deve ir nem sequer em pensamento. Vem a pergunta duma escritora americana: “ Mas para onde é que os homens devem olhar, se, perante os olhos, só lhes surgem corpos femininos provocantes e provocadores”? Ainda ninguém respondeu a esta pergunta de modo convincente… Também, se alguém tiver a coragem de chamar a atenção a uma jovem ou a uma mulher sobre o nudismo ou semi-nudismo que a caracteriza, seja em Fátima ou numa igreja, virá (quase) infalivelmente, uma destas respostas: “Cada uma veste como quer!” // “Meta-se na sua vida!//, “O que é que você tem a ver com isso?”// “Alguém lhe encomendou o sermão”?// “Se mostro, mostro o que é meu!..”

  1. A maldição do escândalo

“Eles pecavam por minha culpa” – Convém que a condição feminina se mentalize no sentido de vestir modestamente, para não cair na maldição do escândalo, o qual consiste em fazer algo para que alguém caia no pecado, pois quem causa pecado nos outros é o primeiro responsável por esse pecado. Tudo o que seja seios à vista, vestidos transparentes ou muito curtos, roupas coladas ao corpo, para realçar certas partes, calções curtos, às vezes até às virilhas, calções de banho quase virtuais…, costas nuas, etc., torna a vida difícil para os homens que queiram guardar a castidade nos pensamentos, desejos, palavras e obras, isto é, que queiram ser puros e viver em pureza/castidade. A maldição de Cristo sobre aqueles/aquelas que causam escândalo continua válida: “ Melhor lhes fora que os atassem a uma pedra e os lançassem no fundo do mar!” (Lc 17,2) “Ai daquele que causa escândalo!”. Esta interjeição “ai…!” significa condenação ao inferno, se não houver arrependimento e mudança radical, não esquecendo o perdão de Deus através de uma Confissão bem feita. É mesmo brincar com o fogo! Toda a provocação feita através da exibição do corpo feminino (ou masculino, em certos casos), nos moldes acima referidos, provoca nos homens o mesmo efeito de todo o corpo nu ou até mais, sendo inevitável que a imaginação cumpra o seu papel de imaginar, aumentar, embelezar, o que não vê e de tirar prazer consentido.

O que entra pelo olhar vai direito/directo ao cérebro, o qual guarda as imagens, mesmo que não se queiram guarda, e lá permanecem por muito tempo. Daí passa-se ao pecado, se deliberadamente não se tentar afastar essas imagens e os pensamentos e desejos que elas provocam. É por demais evidente que ninguém ensina estas coisas no devido tempo, por isso, não é de admirar que a Gloria Polo também não soubesse. Mas se elas não sabem, todos os homens o sabem, embora não o digam, porque a natureza masculina ficou mesmo assim, depois do pecado de Adão e Eva, e vai permanecer sempre assim. Por isso, o maior favor que as mulheres podem prestar aos homens é vestirem modestamente e não entrarem pela provocação sexual.

Não se julgue que os homens são todos tarados sexuais. É certo que quem não combater as tendências da carne (concupiscência) pode, a pouco e pouco, tornar-se dependente ou violento por causa do uso indevido do sexo, acabando por ser uma dependência compulsiva como outra qualquer, a precisar de tratamento médico. Cristo referia-se, sobretudo, à castidade, quando disse: “Sem Mim, nada podeis”! Logo, recurso frequente aos sacramentos da Confissão e da Eucaristia, oração, sacrifício, fuga das ocasiões e das más companhias, evitar filmes, leituras conversas pornográficas,…são a receita para quem quiser viver em castidade. “

4º. Bem-aventurados os puros de coração

Cristo disse, numa das bem-aventuranças:” Felizes os puros de coração, porque verão a Deus”. Verão a Deus não quer dizer que só no paraíso verão a Deus, mas também O verão/sentirão na suas almas, nas suas vidas, nos dons do Espírito Santo, na sabedoria divina com que serão dotados, na santidade da vida e na morte dos justos. Estes são os bens que são roubados aos homens pelos elementos do sexo feminino que fazem do seu corpo uma montra de nudismo provocante. Chegará o dia e o momento em que, como aconteceu à Gloria Polo, verão, no Livro da Vida, o mal que fizeram. Pensem nisto as Jovens, as mulheres, as mães, as madrinhas, as catequistas e todos aqueles que se dedicam à educação da Juventude feminina! Não é muito invulgar Jovens catequistas apresentarem-se na catequese de mini-saia e grandes decotes. Já vi!…

Todas aquelas (ou aqueles) que entrarem ou tenham entrado pela via da imodéstia no vestir deverão arrepender-se, mudar e confessar-se, pois isso é matéria grave suficiente para a Confissão, tal como é matéria de Confissão qualquer falta leve ou grave contra a castidade. A Igreja Católica ensina que o uso do sexo só é permitido para gerar vidas ou eventualidade de vidas, sendo proibido e pecaminoso qualquer uso simplesmente para fins hedonistas, isto é, exclusivamente para provocar o prazer pelo prazer. Para os católicos e outros baptizados, somente no casamento religioso é permitido o uso do sexo, se ele possibilitar a geração de filhos. É isso que os casais prometem na cerimónia do Matrimónio, quando respondem à pergunta do sacerdote: “Prometeis aceitar os filhos que o Senhor vos conceder”?

5º. Os maus exemplos dos pais – Glória Polo queixa-se dos maus exemplos do pai, seguido depois pelos filhos. Os pais (pai e mãe) são instrumentos de Deus na criação de novos seres e recebem de Deus a incumbência e a grave obrigação moral de educarem os filhos, não só com palavras, ameaças, castigos, etc., mas, sobretudo, fornecendo bons exemplos de bons cidadãos e bons cristãos.

.

Artigos relacionados:

. Testemunho de Gloria Polo – I

. Testemunho de Gloria Polo – II

. Testemunho de Gloria Polo –  III

. Testemunho de Gloria Polo – IV

. Testemunho de Gloria Polo – V

. Testemunho de Gloria Polo – VI

. Testemunho de Glória Polo – VII

. Testemunho de Gloria Polo – VIII

. Testemunho de Gloria Polo IX

. Testemunho de Glória Polo X

. Testemunho de Gloria Polo XI

. Testemunho de Glória Polo – XII

Estes quem são e de onde vêm? (Cf. Ap 7, 9-17)

PainelVi uma  multidão, que era incalculável,

de toda a tribo, povo, língua e nação,

de pé, ante o Trono do Cordeiro Adorável,

vestidos de  branco e com palmas na mão.

.

De inumeráveis vozes vinha oração,

de todos saía um uníssono ordeiro:

“É ao nosso Deus que pertence a Salvação,

sentado majestoso em Seu trono, e ao Cordeiro. “

.

Em volta do Trono, dos Anciãos e Viventes,

que eram quatro, estavam os Anjos prostrados,

ante o Trono, com seus rostos não evidentes,

adorando a Deus com os seus corpos curvados.

.

Em atitude adorante se ouviam dizer:

“Ao nosso Deus o louvor e a glória também,

sabedoria, acção de graças,  honra,  poder

e a força pelos séculos sem fim . Ámen! “

.

Tomando a palavra, disse-me um Ancião:

-“Quem são, de onde vêm os de branco vestidos”?

-“És tu quem o sabe!”, respondi-lhe eu então.

E Ele disse: “São os que vieram transferidos

.

da Terra,  vindos  da Grande Tribulação,

os que lavaram  suas vestes e as branquearam

no sangue do Cordeiro, por isso eles estão

ante o Trono de Deus, depois que aqui chegaram.

.

Eles O servem no Seu Templo a toda a hora.

Aquele que está sobre o Seu Trono sentado

os acolherá em Sua Tenda protectora,

cada um contra a fome e a sede imunizado.

.

O sol nunca mais os irá incomodar

nem qualquer outra fonte de calor  ardente,

pois o Cordeiro, Fonte de Águas a jorrar,

os deixará saciados eternamente.

.

Do meio do Trono Ele será o seu Pastor

e até às Fontes da Vida os conduzirá,

fá-los-á esquecer o sofrimento e a dor

e as  lágrimas dos seus olhos enxugará.”

.

Ezequiel Miguel

Previous Older Entries

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.