Salmo 39 (40)– Eu venho, Senhor, para fazer vossa vontade

2º Domingo do Tempo Comum – Ano A

.

rezar18Esperei ansiosamente pelo Senhor,

cuja Face inclinar para mim se dignou.

Não fechou os Seus ouvidos ao meu clamor,

que agora, por Sua bondade, já se calou.

.

Ele me ajudou a sair do lago fatal,

do pantanal de lodo onde me enterrei,

colocou meus pés sobre um firme pedestal

e deu-lhes a firmeza que solicitei.

.

Um novo hino ouvi da minha boca saltar,

um novo cântico ao nosso Deus, de louvo.

Muitos O irão ver e Nele hão-de confiar,

revelando por toda a parte o Seu Temor.

.

Feliz quem, confiante, para o Senhor se vira,

feliz quem não convive com os arrogantes,

feliz quem evita os sequazes da mentira,

feliz quem no Senhor vive dias confiantes!

.

Muitos são os feitos que por nós operaste,

quantas as maravilhas a nosso favor!

Elas são tantas! Em que número as fechaste?

Quem a Ti se compara, meu Deus e Senhor?

.

Não quiseste sacrifícios nem oferendas,

os meus ouvidos, porém, Te dignaste abrir.

Os holocaustos não pediste como prendas,

então, eu exclamei: ”Eu decido lá ir!”

.

Não pediste pelos pecados expiação,

foi-me pedido a Tua vontade realizar.

Meus Deus, a Tua Lei conservo no coração

e nas minhas entranhas vai sempre morar.

.

Tua justiça na grande assembleia anunciei,

não a escondi no fundo do meu coração,

a Tua Verdade com meus lábios proclamei,

a todos revelando a Tua salvação.

.

Senhor, digna-Te conceder-me a Tua ternura,

a Tua graça e a Tua verdade me protejam,

males incontáveis me apertam sem brandura,

os meus pecados me esmagam, sem que se vejam.

.

Pois são mais que os cabelos da minha cabeça

e com eles o meu ânimo desfalece.

Dá-me o Teu auxílio, embora o não mereça,

e ordena-lhe que não demore, que se apresse!

.

Permaneçam confundidos e envergonhados

os que procuram  mandar-me embora da vida!

Voltem atrás, de negra vergonha corados,

os que querem minha desgraça garantida.

.

Em vergonha e confusão fiquem afogados

os que me humilham, quando de mim escarnecem!

Felizes os que Te procuram empenhados!

Digam:”Deus é grande, exultem os que O conhecem!”

.

Eu, porém, não passo de um pobre e desvalido,

pega-me pela mão e conduz-me ao Teu lado!

Tu me forneces o auxílio, quando pedido,

não tardes, Senhor, a tomar-me ao Teu cuidado!

.

Ezequiel Miguel

A Sabedoria e os governantes (Sab 6,1-11)

bibliaOuvi, ó vós que a terra governais,

prestai atenção, ó reis todos, e entendei,

aprendei, vós que sobre multidões reinais!

.

Do número de vossos povos vos gloriais.

porque do Senhor recebestes o poder,

do Altíssimo de Quem a  autoridade tomais .

.

Ele os vossos pensamentos examinará,

pois não governastes com rectidão,

por isso, a juízo  um dia vos submeterá.

.

De um modo terrível, de todo inesperado,

Ele há-de um dia  à vossa frente  aparecer

para  juízo rigoroso juízo e não anunciado.

.

Para os grandes e poderosos haverá rigor,

mas para  os pequenos haverá misericórdia,

visto que de ninguém tem medo o Senhor.

.

Com a grandeza o Senhor não se assustará

pois o pequeno e o grande  foi Ele que  os criou,

por isso, igualmente de todos cuidará.

.

Para vós  vai esta sabedoria, ó reis!

A vós, pois, se dirigem as minhas sentenças,

para que  as aprendais, vivais  e não pequeis.

.

Quem se  deixa pelas  Leis santas conduzir

como santo  será  um dia reconhecido,

se se deixar  sempre por elas   instruir

.

Os que  se deixarem por elas instruir,

defesa  segura nelas encontrarão.

Ansiai, pois, por as minhas palavras cumprir

procurai-as, pois  elas vos instruirão!

 .

Ezequiel Miguel

Salmo 71 (72) – O Senhor virá governar com justiça

Ano A – Epifania do Senhor

.

Deus, dai ao rei o poder de julgar

e ao filho do rei a justiça e o direito!

Ele com ambos há-de o povo governar

e a favor dos pobres julgará todo o pleito.

.

Dos montes o povo verá a paz descer,

das colinas a justiça deslizará;

os humildes do povo há-de o rei proteger

e assim dos seus opressores os salvará.

.

Como o sol e a lua o rei Vos contemplará,

de geração em geração ele vai viver,

como chuva sobre  campos secos virá,

como água que as plantas na terra faz crescer.

.

Nos Seus dias a justiça florescerá

e uma paz abundante neles se descerra,

de um ao outro mar Seu poder se estenderá,

indo desde o rio até aos confins da Terra.

.

Diante Dele os adversários se hão-de curvar,

os reis de Társis e ilhas Lhe trarão prendas,

sobre o pó Seus inimigos se hão-de prostrar,

reis da Arábia e Sabá deixarão oferendas.

.

Diante Dele todos os reis se hão-de prostrar,

todos os povos um dia O hão-de servir,

socorrerá o mísero que O invocar

e o pobre sem pão nem tecto para dormir.

.

Terá compaixão dos pobres e desvalidos,

a vida dos indigentes defenderá,

da violência libertará os oprimidos

e o  seu sangue precioso a seus olhos será.

.

Terá ouro de Sabá, enquanto viver,

por Ele sempre o povo a Deus há-de rezar,

todos continuamente O hão-de bendizer,

Sua memória se há-de em Israel perpetuar.

.

Para sempre permanecerá o Seu nome,

abençoadas Nele todas as nações serão,

enquanto o sol durar  durará Seu renome,

os povos da Terra ditoso O aclamarão!

.

Ezequiel Miguel

Os Magos – Quem são… de onde vieram?

Os evangelhos referem-se a três Magos ( Mt 2, 1-12) que vieram de longe, do Oriente, para adorar o Menino e oferecer-lhe presentes e dizendo apenas que vieram do Oriente, guiados por uma estrela. Os seus nomes são referidos: Gaspar, Melchior e Baltasar; mas estes nomes exprimiam apenas as suas qualidades.: Gaspar significa “aquele que vai com amor”; Melchior significa “o que anda ou guia com suavidade, com mansidão”; Baltasar significa “o que obedece de imediato a Deus”. Os seus nomes verdadeiros eram Mensor, Teokeno e Sair. Os dois primeiro foram baptizados pelos apóstolos e Sair morreu com o baptismo de desejo, porque já tinha morrido quando Jesus começou a pregação. Os seus presentes consistiram em ouro, incenso e mirra e estavam de acordo com as características do Deus-Menino.Assim, a mirra seria para conservar o Corpo, o ouro condizia com a realeza do Menino e o incenso dirigia-se à Sua Divindade. Eles reconheceram no Menino o Homem,  o Rei, Deus e como tal O louvaram.

Embora a Igreja celebre a Festa dos Reis Magos alguns dias após o Natal, a verdade é que os Reis Magos somente se puseram a caminho depois de identificarem a estrela que anunciava o nascimento do Messias. Dessa estrela  misteriosa já tinham conhecimento prévio uns séculos antes, por isso, durante gerações investigaram os céus no sentido de descobrirem os diversos sinais e características que lhe estariam associados e fizeram os seus cálculos, tendo mesmo construído estruturas para melhor examinarem os céus. Eram Sábios, tanto quanto se podia ser naquele tempo, na Astronomia. Tudo isto porque em tempos recuados lhes fora entregue uma profecia com os pormenores da estrela,(estrela de Jacob), relacionados com o nascimento do Messias, o local e a Virgem, Sua Mãe. O exame atento e repetido dos céus levou-os à identificação dos dados correctos, quando a estrela surgiu. Esses dados eram: a estrela de Jacob, que eles ao mesmo tempo observavam, aumentou de volume, e no meio dela via-se uma Virgem com um Menino ao colo e resplandecente de luz. Ao lado da Virgem surgiu um ramo com uma torre na extremidade, em forma de flor, que se transformou depois numa bela cidade. Com estes dados todos, a coincidir com a profecia sobre o nascimento do Messias, prepararam as coisas e puseram-se a caminho, em caravanas numerosas de camelos, servos, mantimentos, escoltas, prendas e pessoas importantes ou familiares . Os três Magos vieram de zonas diferentes, a que correspondem hoje a Turquia, o Afeganistão e a Pérsia (actual Irão) e encontraram-se a certa altura, cada um guiado pela estrela, vindo a fazer o resto da viagem em conjunto. Por onde passavam entendiam-se com os habitantes locais sem conhecerem as respectivas línguas. Deus providenciou para que assim acontecesse, pois era sob a Sua protecção e desígnios que eles se tinham posto ao caminho. A viagem deve ter demorado muito tempo, pois quando eles chegaram ao fim já o Menino andava, embora apoiado por alguém. Tanto que assim era, que Herodes, para ter a certeza da morte do Menino, fez o cálculo no sentido de apanhá-Lo com a idade de 9 meses a 2 anos.

As  lições dos Reis Magos – Estes homens eram ricos, sábios , temente a Deus, rectos de coração  e de consciência, tinham fé e confiavam na bondade divina, à qual se entregaram sem reservas. Todos os seus esforços e estudos estavam virados para o conhecimento, honra e louvor a Deus. Para isso não se pouparam a fadigas, despesas, incómodos, perigos…sem esperar nenhum tipo de compensações humanas. E foi assim que se puseram ao caminho através de desertos, vales, rios, montanhas, suportando o frio, o calor, os ventos, os pântanos, as chuvas de água e de areias, as comidas diferentes, os perigos de serem atacados, roubados, feridos, mortos, presos por espionagem. Consolava-os a oração e a protecção solícita de Deus que não deixou de fazer milagres a seu favor, no sentido de chegarem sãos e salvos aos pés do Rei Divino. Perante as dificuldades podemos garantir que nunca se revoltaram contra Deus nem murmuraram contra Ele ou contra as condições adversas da viagem. Quando a estrela desapareceu, em Jerusalém, julgaram serem eles a causa desse facto, pensando que tivessem cometido alguma falta contra Deus. Estes Sábios eram também grandes na humildade, pois se consideraram pequeninos e pobres perante a pequenez aparente de Jesus-Menino e contentes regressaram às suas terras louvando a Deus pelo favor que lhes tinha sido concedido. Lições para nós? Muitas!…

.

Ezequiel Miguel

Honra teus pais!

(Cf. Ben-Sirá 3,3-7.14-17)

.

paisEm todos os filhos quis Deus os pais honrar,

firmou sobre eles a autoridade da mãe.

Quem ao seu pai honras e serviços  prestar

o perdão para muitos  pecados obtém.

.

Acumula um tesouro quem honra  a sua mãe.

Alegria nos seus filhos irá encontrar;

na oração será atendido também

aquele que sabe ao  seu pai honras prestar.

.

Terá vida longa quem o seu pai honrar

e alegrará  a sua mãe quem lhe obedecer.

Filho, deves teu pai na velhice amparar

e evitar tudo o que o  possa entristecer.

.

Se com a idade a sua mente enfraquecer,

sê para com ele indulgente, tolerante!

Não o desprezes no seu triste envelhecer,

tu, que no vigor da vida estás confiante!

.

A tua caridade para com o teu pai

não será, de modo algum, um dia esquecida

e dela, como  fruto de árvore,  sai

um desconto para os pecados da tua vida.

.

Ezequiel Miguel

.

Artigos relacionados:

. Como eleitos de Deus

Salmo 127 (128) – O Temor do Senhor e a felicidade no lar

Felizes os que obedecem ao Senhor

e andam em  Seus caminhos, com Ele presente!

Comerás do fruto do teu próprio suor,

assim serás feliz e viverás contente!

.

Tua esposa será como fecunda videira

na discreta intimidade  do teu lar

e teus filhos  como rebentos de oliveira

que ao redor da tua mesa verás  vicejar.

.

Assim será na sua vida recompensado

o homem que obedece e vive na Lei do Senhor.

De Sião sejas pelo Senhor abençoado,

para que vejas a riqueza e o esplendor

.

de Jerusalém todos dias da tua vida

e chegues a ver os filhos dos teus filhos.

Paz a Israel.

.

Ezequiel Miguel

Convite para Belém

O convite acabara fresco de chegar

para que eu fosse  de visita até Belém,

onde O Menino Jesus podia adorar

e conhecer também o Seu”pai” e a Sua Mãe.

.

O convite requeria alguma urgência;

a Sagrada Família de partida estava

para o Templo onde, pela lei em vigência,

a Mãe seu Filho primogénito apresentava.

.

Ignorando como e por onde passei,

ajoelhado junto do Menino me vi,

senti–me no Céu quando para Ele olhei

e sobre mim os Seus ternos olhos senti.

.

Sua jovem Mãe,  por especial deferência,

o Menino em meus braços depositou;

fiquei muito perplexo,… a Divina Essência

tão pouco, por tão leve, em meus braços pesou.

.

O Menino com cuidado eu segurava.

Então, na Sua  santíssima fronte O beijei,

enquanto junto ao ouvido lhe sussurrava

este pedido que logo ali Lhe deixei:

.

“Eu Te adoro, ó meu santíssimo Reizinho,

aqui nos meus braços, tão meigo e  pequenino,

permite-me dizer-Te um segredo, baixinho:

Fica comigo! És meu! És o meu Menino!

.

O Menino Jesus o meu recado ouviu

e, sem nenhumas palavras  pronunciar,

ao coração, directas, Ele  mas dirigiu

e me deixou como num sonho a delirar:

.

“O mundo está para Mim demasiado frio,

preciso de encontrar em ti um cantinho

com um trono que  nunca deixarei vazio,

se lá dentro estiver  puro e quentinho”.

.

Como esta proposta não era de  pensar,

aceitei-a com olhar muito arregalado,

Como não era  uma coisa de recusar.

eu apenas  disse:”Então, está combinado!”

.

Senti-me logo cá por dentro remexido,

com o peito quente, limpo, iluminado,

tal como  um salão  que acaba de ser varrido…

Lá ficou Jesus, o Reizinho, entronizado.

.

Ezequiel Miguel

Previous Older Entries