Salmo 22 (23) – O Senhor é meu Pastor, nada me faltará

Ano A, XXVIII Domingo do Tempo Comum

.

Pastor

O Senhor é meu pastor, nada me falta!

A verdes prados me leva a descansar,

para águas refrescantes  minha alma salta,

lá, onde as suas forças pode restaurar.

.

Ele me guia por sendas de rectidão

honra assim prestando ao Seu Nome glorioso,

se em perigos me rodear a solidão,

contra nenhum mal me deixarás medroso.

.

Mesa e refeição para mim preparais

sob os olhos atentos de quem me  espia,

com óleo a minha cabeça perfumais,

o meu cálice transborda de alegria.

.

Com a bondade e a graça eu contarei

todos os dias que a vida me conceder,

na Casa do Senhor sempre habitarei

enquanto ao Senhor agradar meu viver.

.

Ezequiel Miguel

Anúncios

Parábola dos convidados para o banquete

(Cf. Mt 22,1-14)

.

salaoJesus, com os sumos sacerdotes falando,

e com alguns anciãos do povo, igualmente,

o Reino dos Céus  a eles apresentando,

esta parábola a todos fez presente:

.

O Reino dos Céus é comparável a um rei,

que um grande banquete nupcial preparou.

Disse: “ Um banquete para o meu filho darei”!

Depois, os criados para o efeito convocou.

 

Então, eles foram chamar os convidados,

mas eles, com desculpas, não quiseram vir.

Mandou ainda mais alguns dos seus criados,

depois de este recado a todos transmitir:

.

Dizei-Lhes: ” O meu banquete está preparado,

os bois e os animais gordos já estão assados

e tudo já está pronto, como combinado.

Vinde ao banquete, não vos façais demorados!”

.

Os convidados o convite recusaram

e, cada um à sua maneira, se escusou,

dizendo uns que um novo terreno compraram,

e outros, que impossível isso se tornou.

.

Mas alguns, apoderando-se dos criados,

trataram-nos mal e, por fim, até os mataram.

Então, o rei, ficando mesmo indignado,

enviou os soldados, que logo os chacinaram.

.

Depois de a cidade lhes ter incendiado,

disse aos criados: “ Buscai pobres, trabalhadores!

O banquete está há muito preparado,

mas os que convidei não eram merecedores”.

.

Então, os criados saíram aos caminhos

e reuniram todos aqueles que encontraram,

fossem eles pobres, bons, maus, saudáveis , doentes ,

e eles toda a sala do banquete ocuparam.

.

O rei, quando entrou para os convivas observar,

viu um que não vestia o traje nupcial

e inquiriu:” Como ousaste, assim vestido, entrar “?

Mas ele nada disse, por um medo glacial.

.

Então, o rei assim se dirigiu aos criados:

“Pegai nele e, de pés e mãos, o amarrai!

E assim, com os pés e as mãos bem amarrados,

às trevas exteriores o arremessai”!

.

Ezequiel Miguel

Salmo 79 (80) – Senhor, nosso Deus, fazei-nos voltar

XXVII Domingo do Tempo Comum – ANO A

.

Senhor, nosso Deus, como Pastor de Israel que és,

conduzes o povo como o Teu rebanho!

À frente de Efraím, Benjamim, Manassés,

desperta a nosso favor o Teu poder tamanho!

.

Ó Deus, faz a nossa desgraça terminar,

Teu Rosto ilumina e dá-nos a salvação!

Até quando irá a Tua cólera durar

contra nós, apesar da nossa oração?

.

Com o pão das lágrimas Tu nos alimentas,

também amargo é o que nos dás por bebida,

entre vizinhos a troçar de nós nos sentas,

que em zombaria têm a sua glória divertida.

.

Desenraizaste do Egipto uma videira,

expulsaste até nações para a transplantar,

preparaste-lhe o terreno com muro à beira

e ela viu suas raízes na terra medrar.

.

A sua sombra outeiros e montes cobriu,

de seus ramos os cedros de Deus se vestiram,

as suas ramadas até mesmo o mar as viu,

suas vergônteas nas margens do Eufrates surgiram.

.

Porque destruíste os muros da vedação,

de modo a vindimá-la quem passa no caminho?

O javali encontra lá satisfação,

para os animais do campo é manjar prontinho.

.

Deus dos exércitos, aparece de novo,

protege a cepa que pela Tua mão plantaste,

olha do Céu, vê esta vinha, que é o Teu povo,

com os rebentos que para Ti revigoraste.

.

Deus dos exércitos, volta de novo a nós,

olha e vê o estado ruinoso da Tua vinha!

Protege esta videira, que pertence a Vós,

e não a deixeis entregue à erva daninha!

.

Sobre o homem que escolheste estende a Tua mão,

sobre o filho do homem que decidiste criar,

não nos afastaremos da Tua protecção,

faz-nos viver para o Teu Nome celebrar!

.

Ó Deus, faz a nossa desgraça terminar,

Teu Rosto ilumina e dá-nos a salvação!

Até quando irá a Tua cólera durar

contra nós, apesar da nossa oração?

.

Ezequiel Miguel

Salmo 24 (25) – Lembrai-Vos, Senhor, da Vossa misericórdia

Ano A – XXVI Domingo do Tempo Comum

.

Para Vós, Senhor, elevo a minha alma!

Em Vós confio, que eu não seja confundido!

Os meus inimigos não levem sobre mim a palma,

o que espera em Vós não ficará desiludido.

.

Mostrai-me, Senhor, os Vossos rectos caminhos,

pelas veredas da justiça meus passos guiai,

na Verdade caminhem meus pés direitinhos,

minha firme esperança em Vós alimentai!

.

Eu espero em Vós, ao longo de todo o dia,

lembrado da Vossa inesgotável bondade!

Recordai que o Vosso amor não se esvazia,

como também não mingua a Vossa piedade!

.

Não lembreis as faltas da minha juventude,

lembrai antes que sois compassivo e clemente!

Vós sois bom e recto, em Vós só há virtude,

e para os pecadores sois sempre indulgente.

.

Apontais o justo Caminho aos pecadores !

As Vossas sendas são só de amor e verdade

para os que não são Vossos opositores

e não conduzem suas vidas na falsidade.

.

Por causa do Vosso Nome, ó meu Senhor,

as minhas graves e enormes faltas perdoai!

Quero ser fiel à aliança do Vosso amor,

do fardo dos meus pecados me libertai!

.

Pois quem é o homem que teme o Senhor?

O Senhor lhe ensinará o caminho a seguir,

viverá feliz sem nenhum medo ou terror,

a sua descendência a Terra irá possuir.

.

Aos que O temem revela o Senhor Seus segredos

e dá-lhes a conhecer a sua eterna aliança,

os meus olhos estão Nele fixos, sem medos,

porque aos meus pés, contra os laços, dá segurança.

.

Voltai-Vos para mim e tende compaixão,

porque estou só, infeliz e desprotegido!

Aliviai as angústias do meu coração,

livrai-me dos tormentos em que estou metido!

.

Vede a minha miséria e o meu tormento

e apagai com Vosso perdão os meus pecados!

Vede dos meus inimigos o mau intento

e o ódio que me devotam, descontrolados!

.

Defendei, Senhor, a minha vida e livrai-me!

De ter confiado em Vós não me envergonharei,

de total inocência e rectidão dotai-me,

de em Vós ter esperado não me arrependerei.

.

Ezequiel Miguel

 

Salmo 144 (145) – Louvarei para sempre o Vosso Nome

Ano A, XXV Domingo do Tempo Comum

.

orarQuero exaltar-Vos, meu Deus e meu Rei,

e bendizer o Vosso Nome eternamente,

exaltar-Vos cada dia o melhor que sei

e louvar o Vosso Nome condignamente.

.

Grande é o Senhor e digno de todo o louvor,

Sua grandeza não se mede nem pode ver,

uma geração narra a outra, com rigor,

os feitos que proclamam o Vosso poder.

.

Pois falam do esplendor da vossa majestade,

anunciam a vossa acção  maravilhosa,

cantam o imenso poder da Vossa bondade

e proclamam a vossa obra  grandiosa .

.

O Senhor é clemente e misericordioso,

lento para a ira, paciente e compassivo;

para com  os homens o Senhor é bondoso,

Seu amor pelas criaturas está sempre activo.

.

Todas as criaturas vos digam” Obrigado !”,

bendigam-Vos os Vossos fiéis, agradecidos,

falem da imensa glória do Vosso reinado

e anunciem  vossos feitos, não esquecidos,

.

para tornar conhecido o Vosso poder

e o vosso reinado cheio de  brilho e esplendor;

o Vosso reino irá  todo o tempo exceder

e só como eterno se poderá supor.

.

O Senhor cumpre o que diz, por fidelidade,

ampara os que tropeçam e ficam caídos,

em tudo o que faz revela a Sua santidade

e levanta os que desesperam, oprimidos.

.

Todos dirigem para Vós a sua visão,

a todos  dais o alimento conveniente;

quando com benevolência abris Vossa mão,

não fica sem alimento nenhum vivente.

.

O Senhor é justo em todos os Seus caminhos,

em todas as suas obras brilha a santidade,

os que O invocam não se sentirão sozinhos,

se a Ele recorrerem com sinceridade.

.

A todos os que O temem Ele atenderá,

pois Ele ouve solícito os seus clamores.

Por aqueles que O amam Ele velará;

quanto aos ímpios, por eles esperam horrores.

.

Cante a minha boca um sincero louvor,

todo o ser vivo Vos ofereça homenagem;

bendigam os homens o Nome do Senhor

e pelos séculos lhe prestem vassalagem.

.

Ezequiel Miguel

SALMO 102 (103) – O Senhor é clemente e compassivo

XXIV domingo do Tempo Comum, Ano A

.

Bendiz, ó minha alma, o Senhor,

todo o meu ser louve o Seu Nome santo!

Bendiz, ó minha alma, o Seu Amor,

que em amar-te se  empenha Ele tanto!

.

Ele perdoa todos os teu pecados,

também cura as tuas enfermidades,

da tua vida guarda os laços atados,

a teu lado Ele está  nas dificuldades.

.

A misericórdia, a graça e a ternura

serão jóias a ornar tua coroa.

Ele te dará de Seus bens a finura

e a  juventude que não se esboroa.

.

O Senhor faz justiça aos oprimidos,

revelou a Moisés os Seus caminhos,

os filhos de Israel guiou, protegidos,

no meio dos inimigos vizinhos.

.

O Senhor é clemente e compassivo,

todo pleno de bondade e paciente,

em repreender é lento e pouco activo,

sem ressentimentos e complacente.

.

Não agiu segundo os nossos pecados,

não castigou segundo as nossas culpas.

Os que O temem sentem-se consolados,

pois Ele perdoa sem buscar desculpas.

.

Como a distância da Terra aos Céus,

assim é por nós grande o Seu Amor;

os que O temem não virão a ser réus,

pois do pecado os afasta o Senhor.

.

Como um pai de seus filhos tem piedade,

Ele, dos que O temem se compadece,

e, como nós somos Sua propriedade,

do  pó que somos Ele não se esquece.

.

Os dias do homem são feno que aparece,

como flores do campo desabrochando.

Mal  sopra o vento, ele desaparece,

para sempre vago o seu lugar  deixando.

.

Do Senhor é eterna a Sua bondade

para quem O teme de coração.

A Sua justiça não se mede pela idade

dos netos da próxima geração.

.

Sobre aqueles que são fiéis à Sua aliança

e fielmente guardam os Seus preceitos,

Ele verte em seus corações a confiança

que alimenta um amor sem defeitos.

.

Bendizei o Senhor, vós, os seus anjos,

fiéis e  poderosos executores

das Suas ordens, sem os pessoais arranjos,

da Sua Palavra atentos ouvidores.

.

Exércitos que estais ao Seu serviço

e logo executais a Sua vontade,

não seja o vosso louvor enfermiço,

bendizei-O no tempo e eternidade!

.

Ezequiel Miguel

Vingança e discórdias (Ben-Sirá 28, 1-12)

Quem se vinga, o Senhor dele se vingará,

e contas dos  seus pecados lhe vai pedir,

mas, se perdoares, Ele também te perdoará.

.

Um homem guarda contra outro homem rancor

e insiste junto do  Senhor para  que o cure?

Como, se ele ao seu  próximo não guarda  amor?

.

Assim, se ele não tem do próximo compaixão,

como ousa pedir para si misericórdia,

querendo  para os  seus pecados o perdão?

.

Ele,  um simples mortal, alimenta o rancor.

Quem o perdão dos  pecados lhe alcançará,

se não cumprir o mandamento  do Senhor?

.

Para quê inimizades? Tem a morte em mente!

Pensa no teu fim, a que segue a corrupção,

e guarda os mandamentos rigorosamente!

.

Nas dificuldades, recorda os mandamentos!

Contra o teu próximo não te domine a ira

e, quando ele erra, tolera-lhe  esses momentos!

.

Evita litígios!  Terás menos pecados,

porque o homem irascível provoca contendas

e nelas os seus amigos  deixa magoados.

.

Entre os que vivem em paz ele lança a discórdia,

por motivos fúteis semeia a inimizade,

ateando o fogo que destruirá a concórdia.

.

A ira do homem inflama-se com  obstinação.

Um homem ira-se  conforme o seu poder

e na medida da  riqueza, em proporção.

.

A pendência precipitada acende o fogo,

a demanda fácil leva a  derramar sangue.

Como a faúlha assoprada, acende de novo.

.

Mas, se rapidamente  cuspires sobre ela,

ela apaga-se num instante e de vez.

É a tua boca  que acende ou apaga a querela.

.

Ezequiel Miguel

Previous Older Entries